Por que as mulheres traem?


Um dia desses estava eu conversando com um amigo num bar perto do trabalho, despedida de um co-worker nosso que passou pra Petrobrás, e do nada me surgiu uma pergunta: por que as mulheres traem? Comentamos sobre a pergunta e chegamos às nossas próprias conclusões. Mas isso não conta, porque o que interessa é a opinião de quem realmente o faz: as próprias mulheres.

Visto isto, resolvemos perguntar a duas garotas que estavam encostadas no bar, ambas amigas do cara que estava se despedindo. Pergunta simples, resposta complexa. Cada uma tinha sua opinião, mas no fim a idéia não era só saber o porquê da traição das mulheres. Não é algo que aconteça com frequência, por isso a curiosidade. O que levaria uma mulher a trair?

Blog Humor do Novaes


Primeira resposta: “Vingança!” Era tão convicta que nem pensou duas vezes pra responder. Exatamente, Vingança. Aquele sentimento chatinho pra caramba que ninguém gosta e nem admite sentir. E ainda completou: “Isso mesmo, vingança. Se ele tiver traído ou nós tivermos fortes indícios de que isso aconteceu, nós devolvemos na mesma moeda.”

Segunda resposta: “O sentimento já não é mais o mesmo. E no meio desta decadência apareceu alguém legal, atencioso e interessante.” Tudo bem, isso é algo que já suscita outro assunto que eu gosto de discutir também. Qual o momento de terminar um namoro quando o mesmo já não tem muito pra onde ir? A primeira e segunda respostas nós já conhecíamos. Tenho várias amigas e elas sempre me diziam uma das duas. Mas naquela hora a curiosidade que surgiu foi outra. Decidi fazer outra pergunta.

…E por que perdoam?

Segunda pergunta: E se ele trai e vocês descobrem? Acabou ou tem conversa?

Aí começou a chover respostas menos convictas. “Ah, depende. Quando a gente gosta né, é complicado.” “Ehhhhh… não sei, vai depender de muita coisa. A situação em que ocorreu, a história que temos. Depende muito..” De certa forma já esperava esse tipo de resposta. As mulheres costumam realmente ser mais emotivas. Porém, com esse “perdão” vem o inferno. Quase igual a “Entre Quatro Paredes” do Sartre onde o “inferno são os outros”, e que viver a vida a dois começa a se tornar algo instável. E não sou eu quem diz isso, são elas. Essa resposta foi delas: “- A gente perdoa, mais a vida dele vai ser um inferno.” Na minha humilde opinião, pra ser assim prefiro terminar. Ou seja, se você homem quer trair mas quer continuar com a sua mulher, nem deixe ela descobrir. Caso contrário é melhor pular fora. Foi um risco que você correu, e se não deu certo, a solução é ABORTAR.

Costumo dizer que em cinco minutos de conversa eu consigo provar que uns 80% das mulheres são machistas. E ali ainda havia um gancho para que se chegasse à conclusão de que aqueles dois exemplares do sexo feminino também eram machistas. E surge a terceira pergunta da noite: E se fosse ao contrário? Vocês traíssem o cara? Gostariam do perdão ou seria indiferente?

“-Ah, gostaria sim do perdão. Todo ser humano merece uma segunda chance. E também vai depender de muita coisa.” Mas se a mulher não trai com a mesma facilidade do homem e precisa de um motivo realmente sério pra fazer isso, vocês realmente estariam tão interessadas assim em receber o perdão? Não era a falta daquele sentimento pela pessoa que lhe fez escolher, mesmo que por um breve momento, uma outra pessoa?

Direito a réplica: “Tudo bem, digamos que você traiu, ele descobriu ou você contou e pediu perdão. No fim ele aceitou te perdoar e tentar de novo. Vocês realmente vão respeitar esse cara? Mesmo depois de traído ele aceitou que foi um erro seu e resolveu te perdoar e agora é só tentar esquecer. Vocês acham que vai ficar tudo bem a partir daí?”  (Aqui eu abro um parenteses para uma opinião pessoal, um pouco machista, talvez.) Eu, se fosse mulher, não respeitaria um homem que, após ser traído, me perdoasse e aceitasse retomar o namoro. Como eu ia conseguir olhá-lo e ainda ter admiração? Em algum momento ele aceitou ser o segundo. E outra coisa, como eu poderia acreditar que ele não tentaria devolver na mesma moeda? Não me admirei ao perceber que elas compartilhavam dessa mesma opinião. Me disseram que mesmo que ele as perdoasse, elas mesmas não conseguiriam vê-lo como antes. O relacionamento não iria muito longe. Acho meu pensamento um bocado machista, mas se elas concordavam com o que eu dizia, provavelmente elas também eram. “Nossa, como vocês estão sendo machistas! Se ele trai, talvez tenha volta, mas se vocês traem, mesmo que tenha volta, vocês não querem.” Nem pensaram duas vezes:

- É isso mesmo, não dá. Neste ponto confesso que estou sendo machista. Mas, pensando bem, acho que ele nem precisa perdoar porque no fim não vai fazer tanta diferença pro namoro. Talvez pra uma futura amizade.

Mesmo? Talvez nem isso.

Resumindo: Se você é homem, gosta muito da sua namorada e não quer deixá-la, não traia, ou pelo menos não a deixe descobrir em hipótese alguma. Se ela descobrir, seu namoro estará fadado ao fracasso. Se acontecer o contrário e ela te trair, nem preciso dizer que também é preciso ABORTAR! Pras mulheres o recado é o mesmo, apesar de que sei que elas, em alguns casos estarão inclinadas a perdoar. Digo que nem vale à pena. Mas isso é apenas a minha opinião.

__________________

Texto enviado pelo leitor  Vinícius  @vinimendonca

Já votou no blog Mulherzinhas para O blog mais desejado do Brasil? Vota lá \o