Skip to content

Papo de homem

Conheço um texto antigo (de 2008) mas que lembrei hoje…não à toa claro. E por me sentir uma mulé burra (por n motivos e atitudes dos últimos dias) vou “analisar” o texto lido no Papo de Homem. E diante dos meus 36 anos afirmo: uma mulher é capaz de ser as duas ao mesmo tempo. Pode ser um mulherão que diante de algumas situações se torna uma mulherzinha. Você concorda?

Independente de minha análise, que é pessoal, gosto muito do texto, e claro que vocês podem pensar diferente de mim (aliás devem).

Mulherões e Mulherzinhas
“Dentre as mais criativas denominações nas quais as mulheres são encaixadas(!), as duas que acho mais fiéis à realidade são a do ‘Mulherão’ e a da ‘Mulherzinha’


Blog Mulherzinhas: eu me vejo muito assim, um mulherão quando se trata da minha vida profissional e como mãe…E uma mulherzinha diante de um relacionamento (nem sempre).

Que daqui por diante serão utilizadas sem aspas, por que dá um trabalhão danado! Ao contrário do que pode dar a entender a terminologia, as duas classificações nada têm a ver com beleza ou tipo físico.

Blog Mulherzinhas: a fala aqui diferencia do geral, sempre associam a palavra mulherão a “corpão” e não a atitudes. Ponto para o Papo de Homem.

E eu vou explicar.

O Mulherão

Aham, com M Maiúsculo!

Bem, como eu ia dizendo, o Mulherão é, sem dúvidas, um mulherão. Independente de sua beleza, ela usa decotes, saias curtas, pulseiras, anéis e afins, perfumes sensuais, cortes de cabelo “fashion”, essas coisas.

Blog Mulherzinhas: nem sempre eu uso esse visual, no cotidiano sou mais básica, até mesmo pela profissão, mas na noite gosto de “provocar”. E adoro meu cabelo, kkkkkkkk.

Se você um dia estiver andando na rua, e de repente ouvir assovios, supiros e coisas do tipo “aimeudeusdocéu”, “a nora que mamãe pediu à Deus” ou “casa, comida, roupa lavada e Mercedes na garagem”, não tenha dúvida: deve estar por perto um Mulherão. Como? Se não pode ser você? Não. Se você tem dúvidas, não era com você.

Blog Mulherzinhas: Será que tem mulheres que saem à rua sem ouvir esse tipo de elogio?

Um mulherão está sempre ciente do efeito que causa.

Blog Mulherzinhas: Concordo (metida hehehehe)

A Mulherzinha

Já a Mulherzinha não. A Mulherzinha, ainda que seja linda de morrer, nunca causa tais efeitos. Ela usa roupas discretas, colônias sóbrias e, quando usa um decote, o que é raro nesse tipo de mulher, fica o tempo todo tapando com as mãos, numa atitude de “tá olhando o que??”

Blog Mulherzinhas: Hum?

O Mulherão, em um relacionamento, brinca com você. Te usa sem piedade. Chega sempre atrasada, quando chega, não liga nunca, quase nunca atende ao telefone prá se fazer de difícil, e não te dá nenhuma moral. E quando você diz que gosta de Fernando Pessoa, ouve jazz e que adorou “o grande ditador”, acha que você é bicha. Ou, no mínimo, meio afetado.

Blog Mulherzinhas: Já fiz muito isso…Mas apenas quando o homem é apenas um Chocolatinho, caso contrário…aiaiaiaiai

A Mulherzinha não. A Mulherzinha não só sente saudades, como te liga dizendo isso. Sai pouco e tem um ataque de ansiedade se você não liga no dia seguinte e, quando você sugere que saiam às oito, por que às seis tem jogo na televisão, te chama de insensível e diz que você estragou o jantar romântico com velas aromáticas seguido de uma sessão de “nove e meia semanas de amor” que ela tinha preparado.

Blog Mulherzinhas: Eu falo: Estou com saudades! Se eu tiver mesmo! Saio muito e sou baladeira, mas adoro quando aquela pessoa que achei especial me liga, ou manda sms (adoro)…Quanto ao resto nada a ver comigo.

E não te acha bicha só por que você gostou de Razão e Sensibilidade. Ela só vai dizer que “essa sociedade careta e conservadora não entende a personalidade dos “filhos-únicos-criados-pela-avó-que-colecionavam-o-álbum-dos-Menudos-e-pulavam-corda-na-escola”. Ela te entende.

Uma pequena mulher ou um grande “aqua-ciclo”(?), eis a questão

Mulherões gostam de homens safados, rudes, cafajestes, que não tiram os olhos dos peitos dela durante o jantar.

Blog Mulherzinhas: adoro ouvir palavrão, adoro sexo, adoro ter certeza que o homem me deseja, que quer me “comer”, adoro homem safado na cama.

Mulherzinhas gostam de cafuné, de ver televisão abraçadinho e de cartões melosos e românticos, e acha uma gracinha quando você chega com a gravata torta ou com o cabelo despenteado. O Mulherão te acharia um idiota. Não por não saber dar nó na gravata, mas por usar uma!

Blog Mulherzinhas: adoro cafuné, ver filme juntinho…

Enfim, homens namoram Mulherões, e casam com Mulherzinhas. Aliás, se você tá lendo isso e é mulher, provavelmente é uma Mulherzinha. Mulherões não lêem crônicas. Nem poemas.

Blog Mulherzinhas: Essa parte me interessa…Os homens pensam assim mesmo? Aqui já discutimos o assunto quando afirmamos que Homem gosta de mulher sem sal, lembram?

E acham que cronistas e poetas “são todos umas bichas que ficam escrevendo essas palhaçadas! Eu vou é prá academia…

”Claro, há exceções. Sempre há exceções.”

Blog Mulherzinhas: Será que todas as mulheres não são as exceções? O comportamento não vai ser diferente diante de relacionamentos diferentes?

Eu mesmo conheci um Mulherão (e que mulherão!) que lê Pessoa, gostou de “O Grande Ditador” e até lê crônicas. E ia até gostar. Mas ia me achar bicha mesmo assim. Bom, não se pode lutar contra a natureza… Volto ao assunto numa próxima oportunidade.

Blog Mulherzinhas: Ei, que fez ao se deparar com essa exceção?

E para quem acha que toda mulher não passa de uma mulherzinha enrustida, dá uma lida neste texto “Os três verbos são: usar, abusar e descartar”

Imagem do post: Ziraldo

6 Comments

  1. Judas, o Carioca Judas, o Carioca

    Poxa, se não vier nunca o pacote Mulherzinha-Mulherão (segundo o texto), acho que desisto de procurar aquela que me complete. Nada me desanima mais do que uma mulher que diz que não goste de ler, ver um bom filme ou conversar sobre coisas interessantes. Mas também se ela não é vaidosa, safada na cama e não se preocupa com o corpo e a saúde, não rola. Essa teoria aí ficou meio furada. Procuro "Todas elas juntas num só ser" como diria Lenine. E "O Grande Ditador" é um ótimo livro.

  2. NR NR

    eu acho q o "mulherão" descrito aí é uma farça .. por mais q a mulher se trate dessa forma, no fundo, nem q seja muuuuito no fundo, ela tem algo de mulherzinha e age como mulherão p/ afetar os homens. Se a mulher se sente bem sendo mulherzinha, ñ vejo pq mudar p/ agradar os outros, só se ela for muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito melosa daí ngm suporta

  3. rochamdf rochamdf

    Cada vez que leio esse blog, penso estar desequipado pra essa mulher tão fervente e ao mesmo tempo para essa outra tão calma. Constumo inverter (o tratamento) com os 2 tipos.

  4. Keyti Moore Keyti Moore

    Só acho que a hora de ser mulherão e hora de ser mulherzinha.

  5. joelson joelson

    Junior_JUH disse…
    Eu acho que mulheres tem sim essas diferenças acima citadas, mais inteligentes são aquelas que sabem ser as duas, tanto mulherão como mulherzinha, tem hora e local para ser cara uma delas. tem horas que nós homens nescessitamos o mulherão aquela que nos tiram do sério que são misteriosas, faceiras, sedutoras e que sem melindre nenhum nos mostre o que ela quer de verdade. E é lógico que a horas em que queremos a mulherzinha a carinhosinha que adora mimos e programinhas de namoradinhos fofos. Como disse a hora e lugar para tudo depende mesmo não do homem mais sim da destreza e inteligencia da mulher ter o senso de qual mulher deve entrar em ação naquele momento. Se tiver uma dessas por ai passa la em casa to querendo…rsrsrs

  6. Natasha Natasha

    Nossa, eu acho que esse texto é muito extremista… eu me identifico com as duas pq sempre me visto pra matar, adoro receber elogios na rua, adoro saber que o cara quer me comer, mas tb amo ver filme agarradinha, jantares romanticos, namoros melosos… se o cara aparece com a gravata torta e o cabelo bagunçado eu vou achar ele um idiota, mas vou achar que o jeito desajeitado dele é uma gracinha ao mesmo tempo… sou o tipo de namorada que num aniversario de namoro compro um monte de acessórios de sex shope no outro dou cordãozinho de cara metade… enfim… é muito dificil estereotipar as pessoas assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.