Skip to content

Namorar ou não…na visão de um cafa

Nós mulheres às vezes não entendemos algumas atitudes dos homens (e vice-versa), e lendo este texto do Manual do Cafajeste, fiquei pensativa quanto à visão que os homens têm das mulheres. Particularmente tenho vivido uma situação semelhante à relatada pelo leitor do Cafa. Conheci uma pessoa e ficar com ele foi muito bom, mas ele se afastou de mim por achar que quero algo mais sério…E não é o que ele quer comigo. Pelo menos foi o que eu entendi de toda a situação.

Sou leitora há muito tempo do Cafa e recomendo, se alguém ainda não conhece (coisa que duvido). Vamos ao texto:

Namorar ou não namorar?
Cafa – Hoje resolvi fazer algo diferente. Apesar do blog ser lido por 85% de mulheres, há cerca de 15% de leitores homens que leem o blog para extrair algumas dicas cafajestosas ou simplesmente por se ver em algumas histórias. O bacana é que boa parte deles são bem esclarecidos e inteligentes (o que contribui para enriquecer os comentários). Dessa vez recebi um e-mail do leitor Genésio com uma dúvida que todo bom cafa tem em algum momento de sua vida. Namorar ou não? (meus comentários em negrito).

Blog Mulherzinhas: e os meus em vermelho e itálico

Leitor – “É o seguinte, tenho 19 anos e sempre fui um aprendiz de cafa. Ainda não cheguei a me formar como cafajeste, mas não sou daqueles que se apaixona fácil nem nada do tipo. Tenho vida sexual ativa desde os 15 e nunca faltou mulher pra mim (graças a Deus, só alguns períodos de seca que são normais). Entrei pra faculdade no ano passado e logo de cara conheci uma garota diferente das outras… Linda, gostosa, independente financeiramente e muito gente boa, com 25 anos.

Blog Mulherzinhas: Homens mais novos se interessam por mulheres mais velha…#fato

Cafa – Não quero fazer pré-julgamentos, nem dar uma de tiozão, mas uma garota de 25 anos se interessar por um cara de 19, é um pouco estranho. Tudo bem que você parece uma pessoa inteligente, mas a sua realidade é outra e mulher amadurece muito mais rápido que homem. Eu e meus amigos na faixa dos 25 anos nunca nos comprometemos com mulheres com menos de 20. E não é só pela questão da idade, mas por experiência de vida mesmo. Somos independentes, formados e com uma grande bagagem profissional, uma garota de 19 anos está entrando na faculdade agora, o que vai acrescentar? Enfim, concluo meu raciocínio mais pra frente.

Leitor – Vou chamá-la de Maria. Na época estava com um rolo sério, então não tentei avançar o sinal porque via potencial na Maria. Viramos grandes amigos, de contar tudo um pro outro e sair juntos direto, mas eu sempre com aqueeeele interesse. Fiquei com alguns lanchinhos da faculdade, mas nunca tentei nada com a Maria… Talvez em sinal de respeito, sentia que com ela seria diferente.

Blog Mulherzinhas: Engraçado como os homens pensam né…Modernos, liberais né? Mas quando se interessam por uma mulher…vem essa fala: sinal de respeito, por que ela é diferente…Hummm
E dito e feito. No reveillon ela viajou de surpresa pra praia onde eu estava e se declarou, falou que era apaixonada por mim e blábláblá. Tracei e gostei muito do que aconteceu… Transa sensacional, sem frescura nenhuma. Aí voltamos pra minha cidade, continuamos ficando. Motel pelo menos 3 vezes na semana, e fim de semana direto íamos no sítio de um amigo. Chegamos a transar 9 vezes em um dia…

Cafa – Esse lance dela ir até a praia de supetão, sem ter ficado com você e se declarar mostra um pouco de desespero e insegurança, mas ok.

Blog Mulherzinhas: Nossa, acho tão legal essas coisas. Bom demonstrar que se gosta de uma pessoa, né? Por que perder tempo na expectativa, será que não é melhor pagar pra ver? Gostei da atitude dela. Mas confesso que geralmente as pessoas têm medo e sufocam suas vontades. O que acho um pena.

Leitor – Dai eu, imaturo no alto dos meus 19 anos, comecei a procurar outros lanchinhos pra evitar de me apaixonar. Mas a cada mina que eu fico, eu me vejo mais preso à Maria. Não acho nenhum sexo bom o suficiente pra me fazer esquecer dela.

Cafa – Tai uma coisa comum entre os homens mais novos, “evitar se apaixonar”. Confesso que eu sofro um pouco com isso também. Mas por quê? Se apaixonar é algo ruim que deva ser evitado? Não é. Porém, geralmente a gente tenta se defender saindo com outras garotas, porque nosso radar cafajestoso detecta que podemos estar caindo numa furada e antes evitá-la em seu início a acabar “se entregando” e se ferrar depois. O problema é que dificilmente vai aparecer tão fácil uma garota que fará com que nos esqueçamos da preferida, mas por ser mais racionais que as mulheres, na maioria das vezes temos sucesso.

Blog Mulherzinhas: “racionais”… “na maioria das vezes temos sucesso”…Frases que me fazem pensar.

Leitor – Problema que impossibilita qualquer coisa é o ciúme que ela sente… Meus amigos cansam de falar que é porque ela sabe das minhas aventuras na faculdade, outros falam que é insegurança…

Blog Mulherzinhas: “os meus amigos falam”…Os amigos sempre falam alguma coisa e o quanto vale a opinião deles?

Mas sei lá. Estou muito confuso, não sei se é vício pelo sexo (que com ela é sensacional, então acho mais provável) ou se eu estou realmente gostando dela (o que vai ser inédito na minha vida).

Blog Mulherzinhas: a relação para o homem é quase 100% sexo.#fato

Não sei se encaro um namoro e assumo o risco de brigar por qualquer coisa 3 vezes por semana (como a gente já faz, como ficantes)… Pra você ter noção do ciúme da garota, ontem estávamos vendo novela após uma transa incrível e comentei sobre a Carolina Dieckman na novela, falei que ela estava muito gostosa… Ela levantou e foi embora de táxi. Me evitou hoje na aula, não me atende nem nada… Brincadeira?!

Cafa – Como eu te disse, a garota é insegura e geralmente pessoas mais velhas e inseguras assim, buscam homens ou mulheres mais novos (que supostamente são mais inseguros que eles).

Blog Mulherzinhas:Se isso for verdade, sempre namorei caras mais novos por isso?????????? Hum?????

Leitor – Como aprendiz de cafa, eu me sinto obrigado a continuar transando com ela sem me envolver.

Blog Mulherzinhas: “obrigado a continuar transando com ela”. Não pode transar com outras e ‘terminar’ com ela?


Mas já está no estágio dela me cobrar um envolvimento mais sério e eu não quero perdê-la. Minha dúvida, basicamente é: será que vale a pena eu arriscar uma coisa mais séria com ela, mesmo ela sendo ciumenta ao extremo, por causa de sexo? Me viciei nela.

Cafa – Homem é racional, mas depois que começa a se envolver, a armadura cai e ai já era. Não sei se você consegue levar muito tempo com ela sem engrenar.

Blog Mulherzinhas: Eu sou adepta do tentar, mesmo que isso implique não dar certo. Geralmente quando penso nos meus relacionamentos, tenho certeza que fiz de tudo para ficar com a pessoa. Não gosto de ter “e se” na minha vida. Mas parece que nem todo mundo pensa assim…

Cafa – De qualquer forma, eu acho que você é um cara muito novo que ainda pode viver bastante coisa pela frente. Você já está na pegação desde os 15, não acha que está na hora de ver como é namorar?

Blog Mulherzinhas:#fato

Eu tive a mesma dúvida que você quando era mais novo. Só que eu desconfiava que minha ex fosse uma biscate, arrisquei, e não me arrependi, por que o que vivemos enquanto durou foi muito bom.

Blog Mulherzinhas: Arriscar! Tentar! Verbos que todos deveriam usar na vida.

O seu “problema”, apesar dela ser ciumenta patológica, é menor do que muitos outros por ai. E é o seguinte, se você namorar e não der certo, termina numa boa, pois é quase 100% certo que ela vai virar uma ex-namorada lanchinho.

Blog Mulherzinhas: “virar um ex-namorada lanchinho”…Isso merece um post (logo farei um somente com esse assunto).


2 Comments

  1. Zampieri Zampieri

    haha boa!!! gostei do post.
    mas dou a dica: sexo nao é tudo. Se a mulher é ciumenta ao extremo e boa de cama vale a pena namorar?

  2. rochamdf rochamdf

    Genial esse post, declaro que ja virei frequentador assíduo do blog. Os assuntos sempre me interessam e na maioria das vezes nos enxergamos nos textos. Quando eu tinha a idade desse garoto, estava muito longe de ser um cafageste (meu erro) ainda estava no perído da "paixão". Naquela época, com certeza, pagaria pra ver sem pensar. Nisso não mudei muito, hoje. Mas não sou mais #besta… Tenho álguns lanchinhos da geladeira…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.