Skip to content

Uma carta de amor

As melhores cartas de amor são aquelas que a gente reescreve no dia a dia, as que a gente reitera depois de meses de convivência, as que reafirmamos depois de muita água rolar.

Não, as melhores declarações não vem acompanhadas de rompantes emocionais ou grandes cenas. Não dependem de exibição e nāo exigem plateia.

As melhores cartas de amor, às vezes, nem são cartas. São olhares cúmplices, mãos dadas, gestos mudos.

E isso a gente só aprende depois de gastar muito papel.

carta de amor

Colunista de hoje:

FlahIIFlah Queiroz – Branca de Neve que adora um blush. Bela Adormecida com insônia. Cinderela que não abandonaria o sapato predileto. Bela com vocação para Fera. Chapeuzinho chegada em lobo mau. Viciada em finais felizes e avessa ao sentido literal das coisas. Como diria a melhor amiga: Nem mulherzinha, nem mulherão… Mulher sem medida. Quase-publicitária, quase-escritora, quase-romântica, quase-bonita… Obstinada por inteiro. Blog: Relicário. Twitter: @flahqueiroz

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.