Skip to content

O tempo da cruz

Tem rolado um papo aí de que essa é a melhor época para se terminar um relacionamento. Segundo as teorias, dezembro é um mês chave para ficar solteiro, pois depois vem o verão de janeiro, o carnaval de fevereiro, e se nesse hiato, ambos não encontrarem novos amores, as águas de março fecham o verão, selando a volta do relacionamento.

Mais ou menos uma infidelidade consentida, igual às despedidas de solteiro e de solteira. Mas isso é outra história.

Em verdade é uma teoria muito cartesiana para lidar com algo como o amor. Sendo bem racional, é uma época boa para quem é solteiro e já se curou de toda a água suja que havia de passar por baixo da ponte, ciclo imprescindível quando uma relação chega ao fim. Ou seja: não é uma boa época para quem ainda há de passar por isso. Em dezembro se fala demais de boas vibrações e recomeço. Não há como não se alienar, você acaba crendo e sendo invadido por esse, sei lá, sentimento. Todos os programas de fim de ano são essencialmente familiares: bares fecham mais cedo, boates não abrem…

De mais a mais, já reparou como as pessoas que mais nos amam são dotadas de pequenas crueldades? Você VAI pensar no ex-amor porque todos os seus parentes farão QUESTÃO de perguntar sobre o falecido ou a falecida. Eles obviamente não sabem que o escroto, por exemplo, tentou comer sua ex-melhor amiga. Ou então que a cretina pseudofrígida te cobrava ofício carimbado em duas vias para transarem.

Mas você está disposto a bancar o fim da relação. Então precisa se lembrar do ônus de correr atrás com o rabinho entre as pernas e ter de passar pela via-crúcis do resgate da confiança, da cura da sequela que um término deixa na relação e do ressentimento de quando se termina um relacionamento sem ter a devida certeza. Sim, sem ter a devida certeza, sim. Quando o fim é certo, com exceção de morte de familiar, vésperas de aniversário ou apresentação de TCC, não se espera o melhor mês para dar a notícia – atenção às exceções dos pêesses ao final do texto.

Então qual a melhor época para findar uma relação? É o tempo da cruz. Da SUA cruz. Se você ainda não conseguiu é porque ainda a acha leve de se carregar. Quando ela estiver pesada em demasia, dará um basta e será um alívio para os seus ombros e um encosto a menos na vida da outra pessoa, por pior que ela tenha sido. É impressionante como a vida de um casal recém-separado vai para frente. A energia negativa é tanta; as coisas acabam não acontecendo: aquela promoção certa não sai, o dólar sobe e detona a viagem internacional planejada, o carro funde o motor justamente quando o desconto do IPI acaba, sua filha aparece namorando um cantor de funk, enfim.

Resumindo, o melhor período para por um fim no relacionamento é quando sua cruz estiver pesada demais.

E como saber se ela está pesando? Bom, basta ter feito essa pergunta.

P.S.1: julho é um bom mês para a cruz estar pesada – viagem de autorreflexão e o resto do ano para avaliar.
P.S.2: o P.S.1 só vale para 2013. Para 2014, pense em março com carinho. Em julho do mesmo ano será a Copa do Mundo no Brasil. E você não pode estar mal resolvido ou mal resolvida com tanto turista nessa época. Sobretudo se sua cidade for sede da Suécia, Noruega ou Dinamarca.

Colunista de hoje:

Fernando Ramos – Papai do Caio, publicitário, pisciano, chocólatra e bem-humorado, safo quando o Vasco perde. Nas horas vagas é escritor, conselheiro amoroso, cavaquinhista de araque, viciado em internet e videogame. Além do site oficial, divulgo meus escritos em meu perfil @fernandoramosdf no twitter e em minha fan page facebook.com/autorfernandoramos.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.