Skip to content

O amor está no ar. Ainda bem que amanheci com o nariz entupido

Desilusão, frustração, quebrar a cara. A dor de cotovelo tem muitos nomes e envolve muitas sensações, mas o X da questão é sempre o mesmo: um amor que não deu certo.

A gente mete a cara, rala os joelhos e parte o coração. Às vezes tem aquela impressão de que nunca vai passar – embora todo mundo saiba que mais cedo ou mais tarde, passa.

Conheço muita gente que depois de um porre de amor, ficou de ressaca. Pessoas que por causa de um final difícil decidiram evitar qualquer começo.

É claro que terminar nunca é uma tarefa simples, por mais que a gente esteja decidido. Também é certo que não, esse lance de esquecer um amor com outro não é lá muito seguro.

A dica é: não feche os olhos para as possibilidades que estão ao seu redor. O amor está no ar e não é porque o perfume te deu alergia uma vez, que você não pode testar outras essências.

Colunista de hoje:

FlahIIFlah Queiroz – Branca de Neve que adora um blush. Bela Adormecida com insônia. Cinderela que não abandonaria o sapato predileto. Bela com vocação para Fera. Chapeuzinho chegada em lobo mau. Viciada em finais felizes e avessa ao sentido literal das coisas. Como diria a melhor amiga: Nem mulherzinha, nem mulherão… Mulher sem medida. Quase-publicitária, quase-escritora, quase-romântica, quase-bonita… Obstinada por inteiro. Blog: Relicário. Twitter: @flahqueiroz

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.