Skip to content

Virgindade = Selo de qualidade #SQN

A leitora de hoje conta uma história comum mas ao mesmo tempo incrível de acreditar que ainda exista. Mas enfim, EXISTE, é real e está aí batendo na nossa cara todo dia. A velha história entre o desejo do homem em casar com uma mulher virgem, ou ainda, a velha história em separar “mulher para casar” e “mulher para transar”.

….

“Dia desses soube de uma discussão calorosa sobre virgindade. Um pai prega que a mulher só presta se for virgem!

Bem,  é simples assim neste quesito: a virgindade é “vitória” de uma noite só!

Ser o primeiro não garante que você será o último, o único, muito menos o melhor!!! (esqueça se acha que elas não têm curiosidade sobre outros homens…!)

Se o “macho” usar apenas isto como quesito principal, corre o sério risco “mandar ver” na noite de núpcias (parabéns! – leia com ironia), e passar o resto da vida casado com um peso morto ou uma sanguessuga.

Não faço apologia nem a pureza, nem ao sexo, mas ao respeito que se deve ter pela escolha de cada um.

Essa história começou sabe Deus como, mas uma pessoa conhecida arrumou uma namorada (virgem), e uma pessoa da família que é muito machista anda atacando e desrespeitando uma mulher (também da família) que não é mais virgem, com comentários vulgares e machistas o tempo todo.

Parece que antes ele apenas “engolia” a pessoa em questão, que desmamou o filho dele e o fez ‘crescer’. Pegou no pé pra fazer faculdade e outras coisas do tipo: ser parceiro, amigo, de igual pra igual. E o pai dele acha o fim da picada o filho dele lavar uma louça…

Agora ele e mais outro, se uniram pra “cutucar” a mulher que não é mais virgem usando todo tipo de palavreado chulo pra tecer seus comentários machistas causando problemas entre as pessoas da família…Machista ao cubo!”

virgindade

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.