Skip to content

Relacionamentos x Redes Sociais

0,,46235145,00As redes sociais tornaram-se o pesadelo da maioria dos casais hoje em dia. Motivo de brigas e até términos de muitas relações, orkut, facebook, twitter e outros seriam redes sociais para solteiros? Ou o covil do diabinho da desconfiança e traição?

Manter um relacionamento nunca foi fácil. Com toda essa tecnologia, a coisa só piora. Hoje em dia tornou-se muito mais fácil relacionar-se, conversar, conhecer outra pessoa. Você nem precisa sair de casa, e ainda pode ficar protegido pelo anonimato. Quem nunca pegou um email estranho, um depoimento carinhoso demais ou um reply suspeito nas redes do(a) namorado(a)? Muitas vezes a maldade está nos olhos de quem vê, e outras está mesmo nos dedos de quem digita. Têm muita gente invejosa por aí fazendo questão de estragar relacionamentos pegando no calcanhar de aquiles de cada um: a falta de confiança na vida virtual do seu parceiro. E claro, tem uma boa porcentagem que realmente é sem vergonha.

O caso é que a internet facilita (e muito) a traição de confiança: iniciar uma conversa com segundas intenções é questão de segundos. Vai depender da vontade da pessoa comprometida de querer arriscar o seu relacionamento. Quando um não quer, dois não clicam!

Claro, a coisa piora se um dos dois não é usuário (de internet, não de drogas ok?). Fica ainda mais difícil, por exemplo, um cara ‘comum’ entender a necessidade de uma blogueira de estar conectada boa parte do tempo, o que pode gerar MUITOS conflitos.

traicao_virtual

(Não sei a autoria da tirinha)

As redes sociais são o motivo de inquietude de qualquer pessoa minimamente ciumenta. Confesso, sou muito de boa com isso, evito ficar ‘conferindo’ os perfis do meu namorado, mas sempre que vejo alguma menina se atirando pra ele, a cabeça esquenta. E sei que com ele acontece a mesma coisa. A questão aqui é que tenho plena confiança nele, e eu não arriscaria meu relacionamento por qualquer momento de falsa excitação virtual. Já passei por esse tipo de coisa, dos dois lados, e não vale a pena. Já descobri traições virtuais de um ex, e já tive muito homem comprometido dando em cima de mim, e ainda me pedindo descrição pra que a namorada não notasse… acontece. E a namorada pode ser você. relacionamentos-internet

Mulheres são assediadas. Homens são assediados. Internet é terra sem lei. Cabe à você confiar ou não na pessoa que está ao seu lado. E se acontecer algum tipo de traição por culpa dessas redes, é problema de vocês dois. Resolvam-se no mundo real. Não exponham sua vida nesse mundo virtual… é pior que ninho de cobras. Algumas pessoas infelizes estão sempre atentas só esperando uma migalha de motivo pra contagiar a sua vida com a infelicidade delas.

Minha dica? Não tenha as senhas do seu namorado(a), respeite a privacidade dele(a) acima de tudo. Se você é ciumento, aprenda a se controlar. Nem tudo que você vê é o que você pensa que é. Acalme-se, pense, converse. No mais, viva sua vida real e não a virtual. E se você não confia na pessoa que está com você, então vocês nem deveriam estar juntos, pra começo de conversa.

______________________________________________________________

De vez em quado  uma pessoa diferente passa por aqui escrevendo  e aproximando de vocês leitores outros blogueiros amigos do Mulherzinhas. \o/. E hoje o blog está mais bonito com o post da  Alice Umbrella, do blog TPM Semanal, vale a pena acompanhar no twitter: @aliceumbrella

Quer escrever também? Manda para ana@mulherzinhas.com

15 Comments

  1. As pessoas precisam se adaptar. Quem namora com gente bonita sabe que não adianta ficar com raiva, tem que saber que precisamos confiar em quem namoramos.

  2. Isso aqui foi excelente: “O caso é que a internet facilita (e muito) a traição de confiança: iniciar uma conversa com segundas intenções é questão de segundos. Vai depender da vontade da pessoa comprometida de querer arriscar o seu relacionamento. Quando um não quer, dois não clicam!”

  3. Bruno Bruno

    Terminei meu relacionamento por via da internet!!!!!!Afff…

  4. A caricatura é do site caricatura.ru, o autor é um tal C.F. que não se identifica pelo nome completo.

    Desculpem os erros de português! kkkkkkkkk

    Que bom que gostaram, acho que coloquei bastante opinião pessoal nesse texto pelas minhas experiências… é bom poder compartilhar.

    Bjs

  5. Juliana Juliana

    Ótimo post. Eu comi o pão que o diabo amassou com um ex e sua troca de emails, msn, etc. Sempre fui liberal com isso e tomei direitinho. Depois com eu namorado atual comecei a ficar neurótica demais e resguardar tudo que não fiz com o ex. Foi um sufoco, mas hoje cheguei ao meio termo de não ser uma chata nem uma idiota.
    Curti pra caramba seu post. Só arruma ali no pedir “descrição” que em vez disso é “discrição”. Bjosss

  6. Realmente, desde muito tempo atrás, nos primórdios da internet, nos tempos do ICQ, o anonimato tornou um inferno a vida de aluguns casais. A solução é o diálogo e confiança mútua. Só assim essas arestas podem ser lapidadas.

  7. Érika Érika

    Acho que isso rola mais quando a pessoa é meio neurótica…
    Flertar todo mundo flerta, faz bem pro ego etalz… O negócio é quando passa do limite, quando do virtual quer passar pro real, aí complica…
    Respeite a vida virtual do seu parceiro, e fique feliz quando alguém der em cima da pessoa que está com vc, afinal de contas, no fim do dia, vc é quem dorme de conhinha com ele(a).
    Virtual é virtual, real é real. Simples assim.
    Respeitar o espaço do outro é fundamental.

  8. concordo nesse exato momento estou resolvendo um assunto com meu namorado sobre isso rsrsrs

  9. “Cabe à você confiar ou não na pessoa que está ao seu lado.” Até porque confiança deve – ou deveria ser, o que muitas vezes não é o que acontece – ser a norteadora de um relacionamento.

    Mas aí tem o ciúme…aquele “monstro de olhos verdes” que Shakespeare já se referiu e tão bem soube trabalhar em suas obras. Que decorre da falta de confiança. Se há alguma coisa errada no relacionamento talvez seja mais fácil colocar “a culpa” em fatores externos, como nas redes sociais do que prestar atenção a outros detalhes que podem comprometer a relação, por exemplo – lembremos que o ser humano é sociável e vive em grupo muito antes desta popularização da internet e das redes.

    “Viva sua vida real e não a virtual” , é o melhor que se faz.

    Abs

  10. Vanessa Bordignon Vanessa Bordignon

    Concordo. Cada um tem q ter sua privacidade se não vira bagunça, ele vai achar que é dono de tudo e vai querer chingar todos os seus amigos no seu msn…eu tive sorte, todos os meus ex não tinham paciência pra redes sociais, mais já vi casos em que o cara falava q não tinha perfil em redes sociais e na verdade não só tinha como queimava ela pros amigos dizendo q ela não era boa de cama, detalhe isso no twitter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.