Skip to content

Qual o limite do perdão?

A leitora de hoje diz estar cansada de perdoar o namorado e ele sempre voltar a ‘aprontar’ com ela e se questiona qual o limite do perdão. Quantas vezes uma pessoa merecer ser perdoada?

perdão

(Não sei a autoria desta tirinha)

“Estou aqui escrevendo para desabafar e quem sabe achar uma solução pois estou em uma situação que tem me deixado bem triste. Meu namorado apronta muito comigo e sempre acabo perdoando. Mas parece que isso virou rotina em nosso relacionamento, parece que ele já tem a certeza do perdão e não se importa mais em evitar determinadas situações. Eu o perdôo porque o amo muito mas já não tenho mais a certeza que isso é o melhor para nosso relacionamento. Já perdoei traições (muitas) e também algumas mentiras contadas sobre finanças, dentre outras coisas. O que faço?”

11 Comments

  1. Gustavo Gustavo

    @Vini: 12x. Puta que pariu. Para mim não tem perdão traição. Se quer pegar geral não namore. Pode me dar bolo, pode gastar muito dinheiro com sapatos, mas traição não.

  2. Vini Vini

    O limite para o perdão é 12 vezes. Depois disso é um erro.

  3. Vc não tem culpa da primeira traição que ele cometeu, todas as outras são culpa sua

  4. Mah Mah

    Infelizmente nós somos suscetíveis a erros, mas também não podemos ser estúpidas.
    Sou a favor de perdoar na primeira vez, ser radical demais também não é bom pra um relacionamento. Mas se rola uma segunda, terceira vez…é total falta de amor e respeito(contigo e com ele mesmo!), é fim de papo e sem mimimi!

  5. u-f-o u-f-o

    Hey, sou analista comportamental e to acostumado a lidar com situações assim, tanto que me envolvi em uma.

    Nós, humanos, percebemos quando alguma coisa está ‘garantida’ e quando nos damos conta disso nós tendemos a não nos preocuparmos em lutar para manter isso conosco. Ou seja, se seu namorado não sente que pode te perder, ele VAI te abusar (Y) Você tem que passar a impressão de que ele PODE TE PERDER SIM, por mais que você seja submissa a ele, não demonstre isso.

    Analisando daqui, eu suponho que você faça de tudo pra ele. Compre presentes, chame pra sair, realize suas fantasias, fetiches e etc. Também suponho que você se omita quando discorda dele. (São só suposições).

    Agora vamos pra uma história real. Um tempo atras eu estava apaixonado por uma moça, B, que não queria se envolver em relacionamento nenhum. Então uma outra garota, T, se apaixonou por mim. Eu não queria NADA com T, eu amava B. Maas, sou homem e como todos eu gosto de sexo.

    Bem, na época já era treinado em análise de comportamento humano por isso observei rapidamente que eu poderia exercer controle quase ilimitado sobre T e “me distrair” com ela até que conquistasse B (as duas eram de cidades diferentes, sendo que eu morava na mesma cidade de B).

    E assim foi. Problema resolvido. A T me amava, me dava prazer e carinho, me manteve de pé. Quando eu queria transar com ela, bastava ir até a cidade dela. A primeira vez dela foi comigo e em pouquissimo tempo ela fazia praticamente ~tudo~ o que eu pedia, desde sexo anal até menages.

    E não, eu não sentia NADA por ela.

    As vezes eu me sentia meio que um monstro aproveitador, mas eu sabia que se ela não concordasse em ser submissa, eu não iria conseguir submetê-la (lógica simples). Eu NÃO a iludi falando que a amava ou coisa assim, ela simplesmente supunha isso.

    E assim foi, ela completamente sob meu controle, assim como você ela perdoava QUALQUER merda que eu fizesse então eu “me aproveitei” dela até que eu conquistei a B, então dei um jeito dela terminar comigo (dessa maneira ela não sentiria tanto… eu também tenho coração, quis evitar um pouco a dor dela) e assim foi.

    A T terminou comigo num dia, no dia seguinte eu dei a aliança de namoro para a B (estavamos juntos a algum tempo). Hoje a T ~AINDA~ fala comigo e ~AINDA~ quer voltar comigo, mas eu vivo feliz com a B, estamos juntos e nos damos super bem. Ela, obviamente, não faz a minima ideia de quem seja a T.

    Cuidado pra você não ser a ‘T’ de uma história =]

  6. Quando começamos um relacionamento, somos dois seres com vidas diferentes que quando juntos serão um terceiro. Cabe sabermos se vale a pena nos anularmos e fazer vistas grossas para certas coisas, que me parece ultrapassou os limites e perdeu completamente o respeito pela outra parte. Se ele sai com outra e você sai com outro e ambos estão sabendo e3 se dão bem, não há mal nisto, mas se apenas um se beneficia da liberdade, algo não vai bem. Se o combinado foi que ambos seriam fieis um ao outro e não haveria mentira, houve quebra de confiança. Permanecer nesta situação é dar um atestado de “burrice” ao sujeito que a trata como um lanche que ele deixa na geladeira e volta para comer quando não consegue nada fora. Na minha opinião, não há amor, apenas submissão a uma situação que a levará cada vez mais a perder a auto-estima e se anular.

  7. Camila Camila

    Realmente o respeito aí já acabou faz um tempo né,a partir da primeira traição:
    Eu sei que é dificil quando rola sentimento,amsi temos que ser forte nisso,afinal como continuar com alguem assim ?

    @cahaha

  8. Aline Aline

    Mas quando rola sentimento de verdade é difícil não perdoar,a gente sempre acha que a pessoa vai aprender com os erros. Mas no final dá merda por que o cara vê que ele faz o que quer e não acontece nada. Acaba o respeito.

  9. Oi,
    Bom sei como é isso,mais lembresse que antes de existir dois existe um,e vc tem que se amar em primeiro lugar e não é isso que esta acontecendo,e muito menos da parte dele …se valorize acima de tudo,eu sei que é dificil pq vc o ama,ou pensa que ama,amor não é isso,antes de tudo converse com ele e resolva-se pq isso não vai levar á lugar algum ou melhor vc só sofrerá mais e mais ,Beijos

  10. bom, o meu modo de agir é esse, errou uma vez eu perdoo, continuou a errar eu dou um basta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.