Skip to content

Dor de cotovelo e outras dores

Uma leitora conversou comigo no chat do facebook sobre ‘dor de cotovelo’ e ela disse: “Enfrentamos ao longo da vida tantos problemas e não entendo o motivo de ficar tão mal com uma dor de cotovelo, essa dor pode ser classificada como uma das maiores dores da humanidade?”

Este assunto domina tanto a vida real como a fictícia, quantos filmes, novelas e livros falam sobre isso?Sem contar as músicas, dizem até que foi na música que a expressão surgiu com Lupicínio Rodrigues: “A alegoria que dá sentido ao termo faz justa alusão a quem encosta-se ao balcão de um bar para esquecer o amor perdido e se embriagar.”

[…] Beber pra esquecer é teimosia
Hoje muito whisky, muita alegria,
Amanhã ressaca, saco de gelo
O bar não é doutor que cure a dor de cotovelo […]

Essa dor é democrática pois não escolhe profissão, grau de instrução, classe social. Levanta a mão quem nunca a sentiu? O diferencial aqui é como você reage a este sentimento. Sentar e chorar? Partir para outra? Não entre nessa de achar que nunca encontrará alguém e como dizem: “Você não precisa deixar de provar o sabor de outra fruta, só porque uma caiu do pé e apodreceu.”

Particularmente, eu tenho preguiça do recomeço (desse círculo vicioso), mas vamos praticar o amor ao próximo né? Próximooooooooo!

3 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.