Assumo: Sou carente!

“Quando estou em casa sozinha, penso: Gostaria muito de ter alguém aqui, carinhos e etc. Aí você talvez pense que seja carência…Quando conheço alguém e começo um relacionamento torço para que tudo dê certo e que dessa vez eu tenha encontrado a pessoa certa. Aí você deve pensar que é carência…Quando termino um relacionamento, fico triste e vazia…Aí você, de novo, pensa: Carente…

E você esta totalmente certo, SOU CARENTE. E minha carência aparece quando eu vejo que de novo não deu certo e de novo estou sozinha…Sinto falta de carinho e espero sempre estar namorando. Por isso estou sempre tentando e acreditando que dará certo. Quero sempre ter alguém e sempre receber e dar carinho.

E aí você pode estar pensando…Nossa, com tanta carência assim, vai sufocar qualquer homem que se aproximar…

E aí Mulherzinhas, é verdade que os homens não gostam de mulheres notavelmente carentes? Se for assim vou morrer solteira. Bjs”

Esse é o mais recente e-mail que recebi, de uma leitora carente assumida. Li certa vez no Terra Mulher que o objetivo de mulher carente é namorar. E pelo texto da leitora isso ficou claro, ela quer mesmo namorar (e pula de uma namorado para outro buscando sanar a sua carência).

“…Pior que com a carência surgem as cobranças. Nada está bom, nada é suficiente e ela consegue achar problema até onde não existe. Se fica muito tempo sozinha entra em crise.”

Ainda neste texto diz: “Não encare os homens como uma solução e aprenda de uma vez por todas a viver sozinha”.

Acredito que a leitora precisa repensar se esses relacionamentos que ela entra ‘de cabeça’ estão realmente fazendo bem, ou se ela namora apenas para tentar suprir sua carência…

Ou usar este travesseiro japonês…

Participe da discussão

4 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.

  1. Mulher carente é ruim mesmo. Ainda mais se ela reclamar de tudo durante o relacionamento com certeza o cara vai pular fora.

  2. acho curioso como algumas pessoas (mulheres geralmente) colocam em outra pessoa a solução de seus problemas ou expectativas

  3. Verdade, o carinho dos pais na infância é fundamental para que nos tornemos adultos mais seguros…Mas nem sempre isso acontece, sei bem do que vc fala =/

  4. Cheguei a uma triste e breve conclusão… as mulheres carentes são assim porque não tiveram carinho de pai na infância. Eu não tive, e não sei viver sozinha. Até alardeio que sim de tempos em tempos, mas não é a verdade.
    Vi isso em uma amiga que tem o pai sempre presente até hoje em sua vida: aos 40, separando-se e com o pai ali, firme como uma rocha a lhe dar apoio emocional e profissional.
    Para mulheres como minha amiga é fácil dizer “você tem que aprender a ser feliz sozinha”. Mas eu, como tenho um buraco dentro de mim que nunca nada irá preencher, sempre irei fazer a coisa errada: me agarrar no primeiro que aparecer, ou, na minha idade, no único que restar, ou jogar tudo fora e acabar sozinha mesmo – o que mais teme uma mulher carente?