Skip to content

Pra você guardei o amor…

Nunca escrevo, neste blog, sobre mim. Hoje quando ouvi essa música, tive vontade de postar. E estou aqui pensando:

“E foi pra você que eu guardei meu amor! Quem sabe você está lendo (você lê meu blog?) e saiba que o que diz aqui é o que eu pensei em dizer para você…Mas não tive tempo!”

Estou exatamente na fase do ‘recomeçar’ como diz a postagem: Namoro = Círculo Vicioso

E quem vai ser, ou estar, no meu recomeço?

Esse post é uma declaração de amor? Sim! Blogueira também ama e também às vezes não é correspondida…E também sofre…Chora e fica piegas.

E como diz Álvaro de Campos (heterônimo de Fernando Pessoa):

“Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)”

(troque a palavra ‘carta’ para ‘post’)

2 Comments

  1. @vinnizinhow @vinnizinhow

    é Lua. mais um ciclo termina… espero do fundo do meu coração que vc passe o mais rapido por isso.

    tamos ai!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.