Skip to content

GirlBoss é um livro inspirador para as mulheres que querem empreender

Nos últimos anos, o que mais se ouviu falar foi sobre o crescente número de mulheres que decidiram abrir seu próprio negócio e mergulharam de cabeça no mundo do empreendedorismo. Os exemplos de negócios que deram certo ainda são muito vinculados aos homens, mas isso tem mudado muito e o maior exemplo é a empreendedora Sophia Amoruso.

O livro GirlBoss traz a história da empresária Sophia Amoruso, que começou a vender artigos vintage no e-Bay, ela não tinha noção do que iria ocorrer dali pra frente e tudo deu muito certo. Hoje ela é dona do e-commerce Nasty Gal, um dos mais conhecidos do mundo. A loja deu tão certo que a garota, que nem graduada é, ficou milionária antes dos 30 anos.

No livro, ela conta tudo sobre o que é empreendedorismo e o que rolou por trás do sucesso da marca. Na edição ela desmistifica o negócio e mostra que tudo é possível quando se corre atrás e arrisca sem medo. A leitura é fácil, pois a linguagem foi feita para todo tipo de público e as dicas são ótimas, a história traz muito humor e ensinamentos valiosos para quem está quase abrindo seu próprio negócio.

pauta-1_sebrae-ms

Mulheres são maioria entre os novos empreendedores

A abertura dos novos negócios no Brasil está em sua maioria no comando de mulheres, é o que revela a pesquisa Global Entrepreneurship Monitor. O empreendimento feminino é maioria em quatro regiões brasileiras, apenas no nordeste que os homens estão na frente como novos empresários.

O perfil do empreendedor brasileiro se torna mais feminino e qualificado a cada ano. As mulheres estão investindo na busca de informações e tornando seu negócio algo profissional, não mais amador. Elas também estão deixando de empreender apenas para complementar a renda ou como forma de trabalhar por um passatempo, agora as mulheres conduzem suas próprias empresas pelas oportunidades encontradas e não pela falta de alternativa no mercado de trabalho.

Com toda essa mudança no cenário empreendedor, as mulheres estão alcançando sua autonomia, tanto financeira quanto relacionada à vida pessoal. As empreendedoras influenciam de certa forma outras mulheres que sempre quiseram gerenciar seu próprio negócio e por vários motivos nunca concretizaram esse objetivo. O mercado está evoluindo e as mulheres estão participando ativamente dessa mudança.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.