Skip to content

Quantos dias você consegue ficar sem celular?

Ontem meu celular caiu e quebrou…Olha o estrago!

Será quantos dias eu aguentarei ficar sem celular?

Uma pesquisa afirma que viver sem celular pode causar impotência. Socorrooooo!!! A pesquisa convocou 300 voluntários e impedi-los de usar seu aparelhinho durante 15 dias. Um grupo de psicólogos acompanhou os trabalhos e estudou as reações. Apenas 30% dos voluntários não sentiram nenhuma falta do celular. (Fonte: Super Interessante).

Eu não estaria nestes 30% CERTEZA!

Quem ainda não viu este vídeo?

O cotidiano de minha vida sem celular (futilidades e coisas sérias):

Primeiras horas: buáaaaaa!!!! Chorar resume as primeiras horas sem celular. Pensei: e agora, comprar outro, arrumar ou ficar sem? A única coisa boa do dia foi ouvir do meu filho: “Mãe, não precisa usar o dinheiro que você vai gastar comprando o xbox para mim. Compra um celular para você” . Oinnnnn, é muito amor, né? <333333

Primeiro dia: Ontem ao dormir veio a preocupação “Como acordarei amanhã?”. Uso o alarme do meu celular e o relógio para acordar todos os dias. O que fiz? Coloquei no telefone fixo essa opção (nem sabia que tinha, aliás eu tenho telefone fixo?). Uso o WhatsApp para contato com pessoas do meu trabalho e hoje tive que fazer algumas ligações, ou seja, o que geralmente resolvo rapidão via WhatsApp gastei alguns minutos em ligações (não gosto de ligações, a não ser aquela voz gostosa de alguém exatamente como a voz). O que salva é que pude resolver algumas pendências via e-mail.

Segundo dia: Hoje já não foi difícil o lance do alarme (estou usando o alarme do fixo como ontem – problema resolvido). Iniciei um curso do meu trabalho e cadê ele para tirar fotos do evento e postar no Instagram? E fazer o checkin quando cheguei no hotel? Não pude ler os e-mails do trabalho ou ser lembrada dos compromissos pela agenda. E se rolar um convite de publi ou alguma ação para o blog? Estou offline.

Terceiro dia: Hoje tive que levar meu filho ao médico e como qualquer espera nesse tipo de atendimento senti muita falta do meu celular. Poderia passar aquelas horas (sim, horas) zapeando pela internet e conversando com os amigos. Sim, podia ter levado um livro (estou lendo três no momento), mas esqueci. E fiquei ali naquela sala analisando o ambiente e pensando na morte da bezerra (na verdade pensei na morte de dezenas de bezerras).

Quarto dia: Hoje cheguei muito cedo ao curso que estou fazendo em um hotel e fiquei com a mesma sensação do dia anterior: Por que não trouxe meu livro?

(Update diária deste martírio)…

Mas o dia de hoje me reservava uma surpresa. Quatro amigos se reuniram e compraram um celular para mim. <33333333333

“Ter amigo é sempre a melhor coisa da vida”

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.