Skip to content

As 5 dúvidas mais comuns na hora de financiar um imóvel

 

financiar um imóvel

Decidir a hora certa de comprar um imóvel é maior dúvida de todo mundo, mas essa dúvida não pode ser respondida de maneira generalizada, pois isso varia de situação para situação e depende de vários fatores.

Mas de modo geral à hora certa para financiar seu imóvel novo, não é o momento em que você precisa, mas sim o momento em que você pode isso é, após ter poupado dinheiro o suficiente para uma entrada e ter um valor disponível mensalmente para o parcelamento do imóvel sem ficar afogado em dividas. Afinal de contas, se você precisa financiar este imóvel, você provavelmente vai precisar viver nele e os gastos serão muito além do financiamento, por isso o ideal é planejar todos os ganhos e gastos daqui pra frente e entender se este realmente é o momento.

Se você já fez isso, suas próximas dúvidas podem ser:

1 -Qual valor posso financiar?

Apesar de todo mundo idealizar o imóvel ideal de acordo com seus gostos (mesmo que adequado a sua realidade), esta é a primeira pergunta que vem a cabeça antes de começar a procurar.

Como é uma dúvida muito comum para quem vai financiar o primeiro imóvel, o site da CEF disponibiliza um simulador para verificar as condições especificas de cada pessoa.

Acessoao Simulador: www8.caixa.gov.br

2- Como escolher o imóvel de acordo com o que procuro?

Escolher um imóvel exatamente como se imagina, não é nada fácil, por isso é indispensável além de pesquisar exemplos e ter bem definido quais são suas prioridades (uma sala de estar grande, um banheiro espaçoso, quintal, garagem para mais de um carro, boa localização, etc…) não se pode ter tudo quando a renda é limitada, mas pode, e deve definir as prioridades.

Após ter definido suas prioridades opte por uma boa imobiliária renomada em venda de imóveis afinal, nada melhor para uma boa experiência do que boas indicações.

Escolha a imobiliária com profissionais dispostos a lhe oferecer o ideal para você e não simplesmente a empurrar os imóveis que eles possuem e que não tem nada a ver com o seu gosto. Escolher uma imobiliária em Campo Grande MS  não é muito difícil, pois existem opções muito boas.

 3- É possível sacar o FGTS e usar como entrada?

Este também é um caso que varia de pessoa para pessoa, mas é possível sim usar o FGTS, porém existem algumas condições.

É necessário ter 36 meses de carteira assinada, o valor do FGTS vai variar de acordo com o valor retido mensalmente e fazer as contas é muito simples, basta somar os valores depositados mensalmente (8% do salário bruto registrado) durante todo o período trabalhado ou basta acessar o site e retirar um extrato: http://www.fgts.gov.br/trabalhador/servicos_online/saldo_fgts.asp

 

4- Tenho direito ao subsídio?

O Subsídio é um incentivo que o governo oferece para que a compra do primeiro imóvel seja de um imóvel novo e para ter direito a este incentivo é necessário que a família tenha renda bruta de até R$4.900,00 reais.

Através do programa é possível conseguir até R$ 17.000,00 reais para usar no financiamento de imóveis. O valor varia de acordo com a renda de quem pretende financiar o imóvel, quanto maior a renda, menor o valor do subsídio.

A simulação para saber aproximadamente o quanto é possível conseguir de subsídio de acordo com a sua renda, também pode ser feita no site da CEF: http://www8.caixa.gov.br/

5- Quanto tempo demora todo processo de financiamento?

O processo de financiamento passa por algumas etapas, a primeira delas será realizar a simulação para chegar bem próximo do que as suas condições te permitem financiar é aí que você fica sabendo quanto pode financiar, qual o valor de subsídio, se é ou não possível sacar o FGTS para ajudar na entrada e qual o valor da entrada e qual o valor das parcelas.

A segunda etapa é aprovação cadastral, que é realizada quando o imóvel já foi escolhido e se encaixa em suas condições. Com uma pré-análise (demoro em torno de 2 dias) é possível deduzir se seu cadastro será ou não aprovado, isso é feito com um correspondente bancário e normalmente intermediado pelo corretor que estará realizando a venda.

Após a pré-análise ter sido aprovada é assinado um contrato de compra e venda entre o vendedor e o comprador e neste contrato será necessário dar um sinal (normalmente de 3 a 5 mil dependendo do vendedor).

Este sinal é o acordo de que as duas partes se comprometem com a compra / venda da casa, caso alguma das partes desistam perdem este valor.

Após o contrato é dada a entrada no processo de financiamento junto ao banco, o tempo pode variar de 20 à 60 dias, nesta etapa o banco avalia se o comprador realmente terá condições de cumprir com o financiamento e o programa: “minha casa minha vida” avalia se as condições do imóvel está de acordo com o padrão estabelecido e se realmente vale o preço que está sendo cobrado neste período pode ser sugerido algum ajuste no imóvel e demorar mais que o esperado.

Após todo este processo é necessário correr atrás da documentação da casa que normalmente não está inclusa no valor do financiamento e deve ser pago pelo comprador, o corretor auxiliará sobre todos os documentos necessários, mas é bom estar atento para saber o que realmente você terá de pagar, em média a documentação fica aproximadamente entre 3% do valor do imóvel.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.