Skip to content

Você conhece a Dolomita?!

Você conhece a dolomita? Este mineral que se assemelha à textura da argila e possui aparência branca tem sido uma importante aliada aos tratamentos estéticos, sendo um sucesso principalmente com o público feminino. Rica em cálcio e magnésio, a dolomita é derivada das rochas de origem calcária, a dolomita é rica em cálcio e magnésio e passa por transformações logo após seu processo de extração, a fim de filtrá-la e eliminar os vestígios de metais pesados e substâncias tóxicas à saúde.

É preciso que o organismo sinta um equilíbrio na ingestão do cálcio e do magnésio, pois um depósito anormal destes nutrientes nos tecidos pode prejudicá-los. É aqui que entra a dolomita: ela é a responsável por fazer o equilíbrio deste elemento tão importante para o funcionamento dos nervos, ossos, dentes e das articulações.

Mas, afinal, a dolomita funciona mesmo? Sim! Confira abaixo diversos benefícios trazidos pelo uso deste mineral tão importante:

– Coração: também auxilia na circulação do sangue, flexibilizando as artérias. Seu uso por cápsulas pode ser uma ótima opção contra doenças como infarto e AVC.

– Ação anti-inflamatória: ela é uma opção e tanto para tratamento de queimaduras, cortes ou até mesmo acne.

– Combate a osteoporose: capaz de deixar os ossos e os dentes mais fortes, a dolomita é uma grande aliada no combate à osteoporose.

– Hipertrofia: para quem busca desenvolver os músculos, a dolomita também é uma ótima opção. Os músculos ganham mais elasticidade e eles são desenvolvidos graças ao cálcio e ao magnésio, que contraem os músculos e evitam a fadiga.

– Bom para a memória: capaz de melhorar a condução dos sinais nervosos, ela age promovendo a agilidade mental e melhorando a capacidade de memória.

– Desenvolvimento dos músculos: auxilia a conter os espasmos dos músculos, diminuindo as indesejáveis câimbras.

– Gastrite: a dolomita é um elemento alcalino que controla a acidez do estômago e, desta forma, é um poderoso agente contra a gastrite. Por conter efeitos cicatrizantes, é uma opção perfeita para tratar úlceras, por exemplo.

– Hidratação capilar: também é ideal para tratar de problemas relacionados ao cabelo, como queda capilar, oleosidade enfraquecimento dos fios causados por procedimentos estéticos como tingimentos, e etc.

Assim como qualquer outro produto com substâncias de efeito nutritivo no organismo, é importante não consumir a dolomita em quantidades excessivas. Quem possui insuficiência renal ou também sofre com sensibilidade aos ingredientes da composição da dolomita deve interromper imediatamente o uso do produto. Crianças, lactantes e gestantes também devem estar atentos e consultar um profissional antes de optarem pelo consumo do produto.

Gostou? Então não deixe de aproveitar as diversas opções de dolomita aqui no Saúde na Net! Você pode escolher a sua marca preferida e aproveitar os diversos benefícios que este poderoso produto natural oferece!

 

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.