Skip to content

A estética dos negócios

Como investir em uma das áreas de empreendimento que mais cresce no mercado e de quebra ainda contribuir para a autoestima das pessoas

O Brasil é um dos países que mais cresce no setor de estética e beleza do mundo, alcançando a terceira posição internacional e perdendo apenas para Estados Unidos e China. Tanto sucesso gera não apenas alcance internacional; revela a prosperidade do país para alcançar prosperidade neste tipo de empreendimento, evitando situações de desemprego e de instabilidade financeira.

De acordo com a agência de inteligência em mercado Mintel, os números provam que a estética dá não só resultado, como também lucro: a estimativa de crescimento médio anual está em 10%, de 2015 a 2019. A previsão de faturamento é de cerca de R$ 107,30 bilhões durante o período; o que gera rendimentos em cima do mercado de atuação da área, gerando mais empregos e expectativas lucrativas.

Com investimentos em expansão, os empreendimentos na estética e beleza, são áreas de interesse para quem deseja investir, seja para conseguir emprego na área como também para conseguir abrir o próprio negócio.

Empresas especializadas em beleza e estética fazem cada vez mais sucesso, oferecendo serviços como design de sobrancelha e permanente de cílios. Estes atendimentos podem ser feitas de forma fidelizada, conseguindo manter um número estável de clientes para gerar lucros e novas plataformas de avanço para empreendedores que trabalham com empresas de pequeno, grande e médio porte.

Assim, é possível não apenas começar com investimentos iniciantes na área, como também se especializar e procurar novas formas de lucro. A forma de relacionamento com os clientes está mais dinâmica e favorável ao consumo, já que pela fidelização do consumidor ao serviço oferecido, cada vez mais existe uma oferta positiva de indicações aos amigos e família, o que gera mais visibilidade.

Muitos profissionais procuram também se adequar às novas necessidades do mercado, como as áreas de estética que lidam com tratamentos de beleza como drenagens e depilação.

Mercado masculino

        Outro subsetor que tem surpreendido os investidores é a área de estética e beleza voltada para o público masculino, que está cada vez mais consumindo produtos e serviços relacionados ao cuidados com o corpo.

        Segundo dados da empresa de pesquisa Euromonitor Internacional, só no ano passado, o mercado de estética masculina movimentou cerca de R$ 19,6 bilhões. A pesquisa foi realizada em 80 países e comprovou que nos últimos 5 anos, o ramo dobrou os números de consumo e lucratividade.

        Homens mais interessados em cuidar da beleza, investem não apenas em produtos cosméticos faciais e corporais, como também em sessões e serviços estéticos, como redução de medidas e tratamentos de rejuvenescimento. Foi-se a época em que homem não podia se cuidar. Com o crescimento da demanda da área, a lucratividade garante retornos para quem investir no negócio.

Os números são assertivos quanto ao sucesso da área de cosmética e beleza no país. A previsão é de que até 2019 o Brasil se torne o primeiro colocado na lista internacional de mercado na categoria, movimentando US$ 6,7 bilhões. O primeiro colocado atual, Estados Unidos, tem uma perspectiva de lucro de US$ 6,4 bilhões.

        Investir em capacitação nas áreas pode garantir novos meios de lucro, possibilitando empreendimentos inovadores e que gerem fonte de capital financeiro para quem está procurando rentabilidade.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.